Kwanza Norte

A província do Kwanza Norte agrega valor a cultura angolana, muito por conta do emblemático cemitério onde foi sepultada a heroína Rainha N'zinga Mbandi, que por mais de 30 anos lutou contra as forças de ocupação colonial portuguesa pela liberdade dos angolanos.

História

A província do Kwanza Norte está localizada no centro-norte de Angola, tendo como capital Ndalatando (antigamente distrito do Golungo Alto) que fica num dos municípios da província (Cazengo) . Historicamente falando, a província do Kwanza Norte tomou o estatuto de província no início do século XVII, depois que o antigamente distrito Golungo Alto foi recriado passando a se chamar Kwanza (em 1914).

O distrito foi criado depois da guerra, no processo de reconquista pela paz de Angola. A repartição do Golungo Alto levou a criação do distrito dos Dembos que em 1810 ganhou o estatuto de província do Bengo. No entanto, só em 1917, depois da conquista pela paz e a reestruturação do país, o distrito do Kwanza é dividido em duas províncias, a saber a província do Kwanza Norte e a província do Kwanza Sul.

Geografia e Dados Demográficos

  • Área Total – 24.110 Km2
  • População – 427.971
  • Temperatura Média – 23ºC
  • Clima – Tropical Húmido
  • Língua oficial – Português
  • Língua tradicional – Kimbundu / Mbundu
  • Grupo Étnico: Ambundus

Com mais de 400 mil habitantes, banhada pelo maior rio angolano (Kwanza) e pelo rio Lucala, a província tem 10 municípios saber: Ambaca, Banga, Bolongongo, Cambambe, Cazengo, Golungo Alto, Gonguembo, Lucala, Quiculungo, Samba Caju.

A província do Kwanza Norte faz fronteira á norte com a província do Uíge, a sul com a província do Kwanza Sul, a Oeste com a província do Bengo e a Leste pela província de Malanje. Visitando a província do Kwanza Norte você terá a oportunidade de conhecer uma das maravilhas naturais de país, o rio Kwanza, que é o maior rio de Angola.

Como chegar

A província do Kwanza Norte é servida por várias estradas nacionais que liga a Luanda às cidades do Dondo e Ndalatando, num outro ponto as cidades do Uíge, Lucala, e uma outra via nacional que permite a comunicação com as províncias de Malange, Saurimo e Luena.

Avião

Para voos nacionais pode usar: TAAG Linhas Áereas de Angola tem voos regulares, que podem levar-lhe para 13 das 18 províncias de Angola incluíndo a província do Kwanza Norte. Chegando na província, desembarcará no Aeroporto Comandante Ngueto (a 7km de Ndalatando) onde estará perto de algumas opções de serviços de transporte para levar-lhe ao lugar onde hospedará.

Autocarro

Os acessos por estrada têm vindo a melhorar e a viagem de Luanda por este meio é agradável devido à bonita paisagem e a vista panorâmica que Angola tem. Portanto, se viajar de avião não for a sua primeira opção, pode viajar de autocarro (aproximadamente 3 horas); a Macon Transportes e a Angoreal Limitada são as nossas empresas de serviços de autocarros interprovinciais mais conceituada para lhe transportar de forma segura a maioria das províncias de Angola.

Onde ficar

Para opções de alojamentos, a província de Kwanza Norte dispõe de várias opções que tornaram a sua estadia agradável. Você encontrará lodges, resorts, hotéis, guesthouses, etc. Por esta razão, dependendo da sua preferência, o Welcome o Angola lhe sugere visite os websites Hotéis Angola ou a Skyscanner que têm óptimas sugestões de onde ficar além das opções que serão deixadas baixo:

Transporte

Para se locomover não terá problemas, pois as opções ajustam-se a todos os bolsos:

Serviços de rent-a-car – Car Hire;

Transporte público: Opcionalmente poderá ainda explorar a opção dos táxis azul e branco que circulam pela cidade. De salientar que, ao usar esses carros não conhecendo a cidade, deve cuidadosamente recorrer a ajuda do lotador (cobrador), do motorista ou de alguém que esteja sentado ao seu lado. O povo angolano é muito acolhedor e sempre pronto para ajudar.

Pratos típicos e onde comer

Os pratos típicos do Kwanza Norte é caracterizada por funge (que é muita vez tratado por pirão) de milho, bombó ou massango, que são acompanhados com o feijão, carne de caça (seca ou fresca), peixe da água do rio e kizaca.

Na busca para degustar dos melhores pratos típicos com sabores da terra, caso venha de muito longe, recomendamo-lhe que visite os seguintes lugares:

Para mais informações visite o website parceiro Luanda Nightlife

O que fazer

A província tem um potencial turístico com um ambiente propício para o desenvolvimento do ecoturismo dadas as maravilhas naturais da região. Comece por visitar as nascentes de Santa Isabel que está localizada a 2km de Ndalatando no Sopé do Morro. Aproveite e passe a ver as quedas do rio Muembeje, um ponto turístico que recebe visitas de turistas de todo o mundo. Ainda a 10Km do município de Cazengo onde as correntes da água se despenham a altura de 110 metros, formando uma planície verdejante.

Adicionalmente, no Golungo Alto encontra-se as ruínas da Igreja de Santo Hilário, as cascatas de Mazalala e a praia de Kiamafulo junto ao rio Kwanza. Não deixe de fazer um passeio turístico ao parque industrial da província que está localizado no Município de Cambambe e é forte sobretudo no sector têxtil e de bebidas.

O que trazer na mala

A província do Kwanza Norte é caracterizada por ter um clima tropical húmido e nele se registam frequentemente temperaturas irregulares (baixas e altas) ao longo do ano. Dada a relatividade do clima, sugere-se que leve na sua mala, uma variedade de roupas pesadas e leves por uma questão de contextualização climática.

Durante a estação quente, o clima pode atingir temperaturas superior a 31°C, devido a incidência da forte intensidade dos raios solares, é recomendado o uso de protector solar sobretudo a pessoas com sensibilidade ao sol.

Adicionalmente, por se tratar de um país que ainda vive muito da economia informal, sempre que for as compras é aconselhável que se faça acompanhar de dinheiro vivo para efectuar os seus pagamentos.

Se estiver a vir de outras partes do mundo, traga consigo o cartão de vacinas que é solicitado logo no aeroporto.

Dicas para gerir as suas expectativas

Assim como pode encontrar vários pontos positivos, haverão momentos em que as coisas não correrão da forma esperada. Segue algumas dicas de como lidar com situações boas e más:

  • Durante a quadra festiva ou em manifestações culturais, a província do Kwanza Norte entra em festa. As pessoas se trajam com roupas tradicionais para a prática de danças (kabetula, rebita, chiamba e outras), teatro e música. Se visitar a província entre o mês de Maio e Julho, a nossa recomendação é que não fique de fora, compre o seu traje africano e entre na festa;
  • Ao ir para alguns lugares públicos e privados, você poderá encontrar pessoas que lhe prestarão um bom serviço de atendimento ao cliente, mas, a possibilidade de encontrar também pessoas com um péssimo atendimento ao cliente não deve ser descartada. Em casos de péssimo atendimento ao cliente, aconselhamo-lhe que mantenha a calma, simplesmente escreva a sua reclamação no livro de reclamações do espaço e siga o seu caminho;
  • O saudar as pessoas não é um gesto típico da província, não se espante se saudar e não for respondido, pórem, não deixe de saudar.

O que levar para casa

Uma visita turística não é completa sem se comprar algo simbólico que lhe faça lembrar que visitou aquele lugar. Segue algumas dicas do que pode levar para a casa de recordação:

  • Dado o desemprego na província, as pessoas dedicam-se a fazer peças de artes plásticas e artesanato como forma de sustento (o que chamamos de ganha pão). A nossa recomendação é que não saia da província sem comprar algumas peças de artes plásticas e artesanato como recordação, fazendo assim estará a contribuir por uma causa social;
  • Roupas africana com o tecido samacaca (o pano africano com as cores da nossa bandeira);
  • Pode ainda levar alguns kitutes da terra como: mandioca, batata-doce, banana-pão e ginguba.

Com este guia turístico poderá usufruir de uma visita completa à cidade Ndalatando. Diga-nos, por favor, se este artigo foi útil para si nos comentários abaixo.

Bom proveito!

pt_PTPortuguês