Luanda

Fortaleza de São Miguel de Luanda

A Fortaleza de São Miguel é um museu de guerra localizado em Luanda. Saiba o por quê que este museu não pode deixar de ser visitado. A Fortaleza de São Miguel passou de base militar para um monumento histórico nacional.

História 

Erguida no século XVI, mais concretamente no ano de 1575 por determinação do primeiro Governador, Paulo Dias de Novais, a Fortaleza de São Miguel, é a primeira estrutura defensiva construída em Luanda e em Angola.

Por volta de 1641, a fortaleza passou para o domínio holandês, tendo sido novamente recuperada para a coroa portuguesa em 1648.

Durante o período de ocupação Neerlandesa foi denominado como Fort Aardenburgh.

Nos séculos XVIII e XIX passou por várias remodelações e ampliações, o que, de algum modo, contribuiu para que tenha sido classificada como monumento nacional, em 1938.

No ano seguinte, e com mais melhoramentos, o Museu de Angola instalou-se na Fortaleza de São Miguel. No entanto, em 1961, voltou a assumir funções militares, tendo sido sede do Comando das Forças Militares Portuguesas.

Pouco tempo após a independência, a fortaleza passou a albergar o Museu das Forças Armadas Angolanas.

Considerado como um dos principais patrimónios da capital e do país, em 1995 sofreu intervenções de conservação no exterior do edifício, sendo actualmente propriedade do Estado, estando afecto ao Ministério da Defesa e ao Ministério da Cultura.

Principais acontecimentos

Entre os principais acontecimentos verificados ao longo do tempo, destacam-se as seguintes:

No dia 10 de Novembro de 1975, realizou-se a última cerimónia do arrear da Bandeira Portuguesa;

Três anos mais tarde, isso no dia 31 de Julho de 1978, foi Inaugurado o Museu Central das Forças Armadas. Incluído na Lista Indicativa a Património Mundial da UNESCO em 1996.

A fortaleza volta a ter uma utilização militar (parcial) sendo integrado no sistema de defesa área de pontos sensíveis da capital angolana de 2001 à 2005.

E por fim e não menos importante, foi inaugurado o Museu Nacional de História Militar, no dia 4 de Abril de 2013.

Este importante sistema de informação, com diversos artefactos preservam e relatam de forma absolutamente incrível a história militar do país, proporcionando uma verdadeira viagem ao passado.

Principais Atractivos

Junto à face principal da Fortaleza de São Miguel de Luanda abre-se uma ampla praça, onde se encontram expostos diversos meios utilizados na Guerra Colonial (1961-1974).

Além de peças de artilharia e viaturas militares de várias origens utilizadas na guerra civil pelas forças dos diversos partidos políticos e da República da África do Sul.

Vale a pena visitar a fortaleza de São Miguel de Luanda, não só pelo seu interior, história e diversos artefactos, mas também pela incrível vista panorâmica que proporciona sobre a Baía de Luanda.

Além dos incríveis restaurantes nas proximidades virados para Baía, no local são realizadas de forma periódica, diversos eventos para complementar a atracção, naquela que é sem dúvidas uma combinação autêntica de lazer e conhecimento, que simboliza o verdadeiro turismo.

Com exposições periódicas e permanentes de objectos e monumentos muito bem preservados, quer no pátio como nas diversas salas de exposições, e da impecável narração da história levado a cabo por profissionais de informação devidamente capacitados.

A visita à Fortaleza de São Miguel de Luanda, configura-se literalmente numa experiencia de lazer incrível, e uma autêntica viagem ao passado.

Anualmente milhares de pessoas visitam a fortaleza em busca de lazer e informações, com presença recorrente de muitos estudantes nacionais e estrangeiros, bem com a presença recorrente de forças armadas de vários países do mundo.

É verdadeiramente possível sentir os mais de 500 anos da presença portuguesa em Angola enquanto caminhamos pelas suas muralhas, pelos seus pátios e pelos seus corredores.

As diversas atracções que o local oferece, torna-o numa das paragens obrigatórias da cidade capital, sobretudo para os que amam combinar lazer com conhecimento e experiências inéditas. Portanto se estiver nas proximidades não deixe de visitar a Fortaleza de São Miguel de Luanda.

 

pt_PTPortuguês