Zaire

Padrão de São Jorge

O Padrão de São Jorge é um monumento histórico que que marca o inicio da primeira chegada dos portugueses no território de Angola, e dá-se inicio a colonização. O Padrão de São Jorge foi fixado para marcar território ocupado.

O Padrão de São Jorge é um monumento histórico que retrata de como foi a primeira chegada dos portugueses em Angola.

O monumento histórico foi fixado na margem esquerda do rio Zaire em 1482 após a achega e descoberta dos exploradores e navegadores portugueses em Angola.

Na comitiva da expedição portuguesa, vieram consigo a mandos do governo colonial os seguintes; exploradores, navegadores missionários e outros.

Os missionários realizaram o seu primeiro baptismo em Angola em 1491 na antiga província do Soyo, no rei Nzinga Nkuwu, cujo na época era o rei do Congo.

Adicionalmente, o Soyo era uma província que pertencia ao reino do Congo.

Localização do Padrão de São Jorge

O Padrão de São Jorge fica localizado na província do Zaire, foi construído na foz do rio zaire. O rio zaire foi utlizado como a primeira porta de entrada dos navegadores e exploradores portugueses no território nacional a comando do capitão-mor Diogo Cão.

Motivos para não deixar de conhecer a província do Zaire

A província do Zaire é um local que não pode deixar de ser visitado, porque é nesta província que foi marcada o início da colonização portuguesa em angola.

Nos primeiros contacto as relações foram de amizades, com missionários português que traziam para Angola o Cristianismo.

Antes da chegada dos portugueses não existia o Cristianismo, mas as tribos locais já adoravam os seus deuses. Cujo a denominação na época pré-coloniais era conhecida como Nzabi-ya-mpungo que traduzido em português significa “Deus todo-poderoso”.

Outros pontos turísticos a serem visitados no Zaire

Além desta magnífico ponto turístico que é o Padrão de São Jorge. A província do Zaire dispõe outros pontos turísticos com os destaques os seguintes:

  • Porto Rico
  • Porto Pinda
  • Anzo de inquice”Nzo a Nkisi” e outros pontos.

Designação do rio Padrão

O nome do rio Padrão foi atribuído pelos portugueses. Por sua vez foi dado o nome de Padrão porque marcava a história de uma nova relação com um povo que foi conhecido após uma longa jornada marítima.

Antes da chegada dos portugueses no território angolano, o rio padrão chamava-se rio Nzadi.

Divisão geográfica

O Padrão de São Jorge também é conhecido por ser a terra que marcava o limite entre a Africa Austral e a África Subsariana.

Antes da Chegada dos portugueses, o local em que se encontra fixado o Padrão de São Jorge era denominado de Muan-a-nkukutu.

O nome de Muan-a-nkukutu foi atribuído pelo povo nativo. Por ser uma terra, cujos seus os rios forneciam muitos peixes, e maior parte dos peixes morriam. No entanto os peixes mortos causavam bichos que eram chamados de nkukutu.

Os símbolos do Padrão de São Jorge

O símbolo do Padrão de São Jorge entrou vigor nos anos 1480, é denominado pelos seguintes aspectos:

Na parte superior do símbolo que é avermelhado (cores vista apenas no símbolo original), contem 7 castelos dourados. Os castelos em volta significam Poder sobre as terras.

Na parte inferior encontra-se a cor branca e dentro área braqueada encontram-se 5 quinas azuis em forma de uma cruz, todas elas apontadas para baixo.

Dentro das quinas azuis possuem 5 besantes brancos, na qual 2 se encontram na parte superior, 2 na parte inferior e 1 besante centralizado no meio das duas partes.

 

pt_PTPortuguês