Bié

Bié é uma das 18 províncias de Angola, venha descobrir os lugares que não podem deixar de serem visitados nesta província, saiba como chegar no Bié, e qual os melhores hoteis e restaurantes.

História

A província do Bié é uma das 18 províncias de Angola, está localizada na região central do país. As terras Planalto Central de Angola eram tradicionalmente cultivadas pelos povos bantos antes da chegada dos bienas e bailundos.

A invasão do início do século XVII, pelos povos bangalas, levou a uma fusão das duas populações e a subsequente criação dos reinos ovimbundos. Assim nascia um dos estados ovimbundos mais poderosos, o reino do Bié, com muitas ombalas (aldeia/cidade principal) e aldeias sob sua tutela. Sua formação política se deu entre o século XVII e XVIII.

Em 1902 é fundado o concelho do Bié, que era dependente do distrito de Benguela (Actualmente província) e a 2 de janeiro de 1922 é criada a câmara municipal do Cuíto; pelo decreto nº 134 de 1 de maio de 1922, do então alto-comissário Norton de Matos, o distrito do Bié é elevado a categoria de província, tendo sido seu primeiro governador, Manuel Espregueira Góis Pinto.

Dados demográficos e geográficos

A província do Bié tem uma área de superfície total de 70 314 km² e a sua população aproximada é de 1.333.923 habitantes. A sua capital é a cidade do Kuito.

Municípios
A província do Cunene é formada por 9 municípios: Andulo, Camacupa, Catabola, Chinguar, Chitembo, Cuemba, Cunhinga, Kuito e por fim o município de Nharea.

Forma estrutural e províncias vizinhas

Esta província tem o formato de um coração que bate bem no centro do país! Tem um tamanho comparável ao de Portugal e faz fronteira com as seguintes províncias:

 

Maior rio de Angola 

O rio Kwanza nasce nesta província, tal como a maioria dos rios do país. Por esta razão, o Bié tem um elevado potencial hidreléctrico.

O Bié foi muito atingido durante a Guerra Civil Angolana e ainda está em recuperação, alguns serviços básicos como energia eléctrica já estão a funcionar normalmente na região

Clima

O clima é temperado e seco, as temperaturas variam entre 19ºC a 21ºC e existem 2 estações: de Outubro até Abril, que é quente e chuvosa; entre Maio e Setembro que é seca, com temperaturas médias de 2ºC e 10ºC graus nos meses de maior frio e 18ºC até 25ºC em períodos de clima mais quente.

Etnias

Esta província é uma área de confluência de uma série de etnias. Prevalece a dos Bieno, um subgrupo dos Ovimbundu, cujo nome se relaciona com o nome da província. Observa-se alguma presença de grupos Tcho-kwe que, na sua migração a partir do nordeste de Angola chegaram até aqui. Finalmente, existem aqui pequenos povos enquadrados na categoria etnográfica Ganguela, como os Lwimbi.

A Capital

A cidade do Kuito foi baptizada na época colonial de Silva Porto. Muitas vezes chamada de “Cidade Mártir” pelos efeitos sofridos na guerra, esta cidade que rapidamente se tem transformado com edificações novas ausperando um futuro brilhante.

Natureza

Deslumbre-se com a Reserva Florestal de Umpulo, a qual tem uma área de 4.500km2 e enorme riqueza em espécies exóticas. Esta reserva está limitada a norte pelo rio Cunene, a leste pelo rio Chimbandianga, a oeste pelo rio Kwanza e a sul pelo rio Chimbandianga.

Também a Reserva Natural Integral do Luando é de visita obrigatória. É partilhada pela Malange e é conhecida pelo paraíso de aves, dada a grande variedade. Aqui poderá encontrar a Palanca Negra Gigante, a Palanca Real, o Songue e Inhala.

A Lagoa do Kambadua, formada por um afluente do rio Kakuito, tem 3 km de comprimento e 150 metros de largura e é um excelente recurso para a pesca desportiva.

As Cataratas Wongo situam-se a 18km a norte do Kuito, no rio Nduluma, na comuna do Truba.

As Quedas de Mutumbo, no Chitembo, tal como as Quedas de Lau-Lau e as Quedas do rio Luando, em Kukema, são propícias a bons banhos.

Praias

Existem boas praias fluvias no Bié. A Praia Verde, em Kunhinga, e a Praia Azul, no Andulo.

Visite também a Ilha do KuKutato.

Como chegar

Para se chegar de vôo na província, é necessário adquirir um bilhete de passagem da TAAG em Luanda, com destino ao Bié  (Aeroporto Joaquim Kapango) e está preparado para aviões de pequeno e médio porte.

 

Para chegar de Automóvel existem 5 linhas rodoviárias que ligam o Bié às províncias do Huambo, Kwanza Sul, Kuando Kubango, Malange e Moxico. Mas para chegar de Luanda até ao Bié deverá adquirir antes um bilhete de passagem na companhia rodoviária de autocarros MACON.

Onde ficar

Como dicas de onde hospedar o nosso portal, tem as seguintes sugestões de hoteis que oferecem excelentes servicos:

Transporte

Para se deslocar no Bié poderá usar os seguintes serviços de transportes:

Rent a car

Em média parte dos hoteis ofercem serviços de rent a car, com um motorista para poder poder guia-lo a conhecer melhor os pontos icónicos da cidade.

Serviço de moto táxi

Os serviços de moto táxi levam os passageiros até o seu destino, existe um preço fixo de cobrança 150 Kwanza que equivale a 0,24 USD, e 0,20 Euros, mas caso a distância for maior que o normal, o preço sofre um aumento.

Transportes públicos

A província dispõe de transportes públicos que o táxi azul e branco (Candongueiro).

Pratos típicos e onde comer

Um dos pratos típicos da provincia do Bié é o funge acompanhado com diversos tipos de molho, com peixe ou carne, acompanhando de hortaliças, e adicionalmente o feijão de olho de palma.

Para degustar dos pratos típicos da terra no Bié, poderá chegar nos seguintes restaurantes:

  • Restaurante Residencial Solar do Kuito;
  • Restaurante Bar Oputu;
  • Restaurante Zenikson;
  • Manjar do Kuito.

O que fazer

Visitar o Cristo-Rei

A estátua do Cristo Rei  foi erguido pelos portugueses no centro da província, em Camacupa. Situa-se junto ao marco do centro geográfico do país. Camacupa encontra-se a 81 km a este do Kuito.

Visitar Monumentos

Forte de Silva Porto e Forte de Munhango – monumentos seculares que merecem recuperação e ainda assim a visita.

Conhecer o estátua da Pouca-Vergonha

Jardim da Pouca-Vergonha, que deve o seu nome à estátua de uma mulher nua que aí se encontra.

O que trazer na mala

Aqui vão algumas dicas do que trazer na mala ao visitar a província do Bíe

  • Roupa de inverno;
  • Máquina fotográfica;
  • Creme hidratante para a pele,
  • Boa disposição para aprender a diversidade cultural do povo local;
  • Óculos de sol;
  • Kit de pesca;
  • Telefone via satélite.

Dicas para gerir as expectativas

  • Em média maior parte da população não são rigorosos com o recurso não renovável que é o tempo;
  • Para ter acesso em algumas zonas turísticas convém estar acompanhado sempre de um guia turístico;
  • As autoridades tradicionais (Soba) é que dão a permissão para fazer algumas visitas em locais históricos;
  • Trazer dinheiro em espécie, o mercado é bastante informal;
  • Em alguns municípios poderás se depara com problemas de rede do telemóvel.

O que levar para casa

Como lembrança aqui estão 3 dicas do que levar para casa:

  • Fotografia no maior rio de Angola, Rio Kwanza;
  • Trajes típicos da província do Bié.
  • Quitutes da terra.

No entanto agora poderá usufruir de uma visita completa à província do Bié. Diga-nos, por favor, se este artigo foi útil para si nos comentários abaixo.

Bom proveito!

pt_PTPortuguês